ANM: barragem em Barão de Cocais não é monitorada adequadamente - Se Liga na Notícia
ANM: barragem em Barão de Cocais não é monitorada adequadamente

ANM: barragem em Barão de Cocais não é monitorada adequadamente

Compartilhe:


Ameaçada pelo iminente rompimento do talude norte da Mina Gongo Socoe em nível 3 de emergência (o mais alto da escala), a barragem Sul Superior não é monitorada e inspecionada de forma adequada, de acordo com a ANM (Agência Nacional de Mineração).
As atividades na barragem foram suspensas em abril, após determinação da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, órgão ligado à Secretaria do Trabalho, do Ministério da Economia. Com a decisão, o monitoramento da estrutura, pela Vale, passou a ser feito de forma remota.  
A ANM chegou a notificar a Vale na última sexta-feira (17) para que chegue a um consenso com o órgão. Conforme a agência, sem informações precisas, não é possível determinar com clareza qual a situação da barragem e o que pode acontecer caso o talude da mina venha, de fato, a se romper.

Pages