Na Índia, homem incendeia a filha grávida e o genro como represália por casamento entre castas diferentes - Se Liga na Notícia
Na Índia, homem incendeia a filha grávida e o genro como represália por casamento entre castas diferentes

Na Índia, homem incendeia a filha grávida e o genro como represália por casamento entre castas diferentes

Compartilhe:


Uma jovem de 19 anos e seu marido, de 23, foram incendiados pelo próprio pai da garota como forma de represália por terem se casado sem o consentimento do homem. O crime foi motivado pela hierarquia das castas indianas e resultou na morte da jovem – que estava grávida. O rapaz segue internado em situação grave. As informações são do site The Hindu.
Rukmini e Mangesh Ransing eram de castas diferentes – sendo que a moça pertencia à casta Pashi e seu marido à casta Lohar, uma tribo nômade considerada inferior pela família de Rukmini.
O pai de Rukmini, por não aceitar a condição, ateou fogo na própria filha, mesmo sabendo que ela estava grávida. A moça não resistiu aos ferimentos e morreu quatro dias depois do ataque. Já o marido segue em situação grave, com várias queimaduras espalhadas pelo rosto e corpo.
O inspetor Vijaykumar Botre afirmou que os jovens indianos haviam se casado há cerca de seis meses, sem a permissão da família da noiva. A polícia já havia alertado o casal de que o pai da moça poderia agir com violência contra os dois.
No início do mês, o homem se reuniu com mais dois tios de Rukmini para punir a filha e o genro.

A moça foi levada de volta para a casa dos pais pela mãe e uma irmã. Mangesh foi até o local atrás de sua esposa, e acabou discutindo com o sogro. Na confusão, o trio jogou gasolina no casal e ateou fogo.
Os tios de Rukmini foram presos, mas seu pai está foragido.

Fonte:YAHOO!

Pages